DAMA


“Uma pessoa que procura o refinamento, o desenvolvimento e outras qualidades.”

A Dama percebe que necessita de qualidades, certas virtudes e valores elevados que já não são mais convencionais na sociedade atual. Provavelmente, ela já tem algumas – herdadas de seus pais, por exemplo -, mas está plenamente consciente que necessita desenvolver outras e, assim, está decidida a buscá-las. Percebe também que ela não pode vencer a menos que as outras pessoas também vençam e que, no final, não adianta nada se não temos respeito, nobreza, paciência, cuidado e outras virtudes nesse mundo. Assim dá um passo para fora do corre-corre da vida de pura sobrevivência, na qual vamos “nos virando” nos primeiros dois níveis. Por isso também aprecia os sentimentos mais refinados, puros e nobres da vida. Ela fica feliz quando outra pessoa tem sucesso; mesmo pessoas que não sejam da sua família ou seus amigos. Quer dar uma contribuição verdadeira e fiel para a sociedade e para a vida, não ficar somente no mínimo. Resolveu se elevar, se esmerar, ficar intensa numa meta nobre de vida e sabe que o desenvolvimento nesse nível não é automático. Porém precisa tomar cuidado com arrogância, com a possibilidade de se tornar esnobe e impaciente com os outros que não enxergam o mundo da mesma maneira!