AZUL = CENTRO INSTITIVO


“Azul é o centro que vigia se tudo ‘está correndo bem’. Ele quer calma, paz e, por isso, fica verificando tudo para saber se está tudo bem.”

Azul é como a mãe que fica de olho na criança para saber se está tudo bem com ela. Seu instinto faz a mesma coisa com você. Ele quer que as coisas fluam tranqüilas e suavemente e gosta de ajudar nessa tarefa.
Esse é o centro mais relacionado com o Planeta, que também é azul. O azul, então, age como um filtro que confere o que pode e o que não pode estar em determinado espaço. Por isso, é ligado ao instinto, à segurança e à proteção.
O desenvolvimento do azul se inicia quando começamos a ‘dizer não’ às coisas que não são próprias ao ser humano como, por exemplo, crueldade, ódio e etc. O Azul sabe o que você quer e o que você não quer. Parte dele é automática, outra parte você programou ao longo de sua vida, junto aos seus pais, a cultura e etc.
Assim, o azul tem sua concepção/conceito do que é “normal” que depende da influência do contexto no qual você está inserido – local e época. Então, tudo que ele mede, ele compara com esse padrão. O azul também age como uma secretária, lembrando-lhe das coisas que você disse que irá fazer.

Locais no corpo: Coluna, rins, sangue venoso, lado instintivo do cérebro.
Profissionais típicos: Policial, professor, fiscal, porteiro e etc.

Palavras associadas:

  • medir
  • filtro
  • fiscalizar
  • controlar
  • vigilância
  • instinto
  • proteção
  • princípios
  • parâmetros
  • naturalidade
  • avaliação
  • preguiça
  • “maresia”

Em uma viagem, o centro azul é aquele que se preocupa se tudo está correndo bem, está seguro, se o dinheiro e a comida são suficientes e etc.

  1. Problemas e distorções no azul: crítico, julgador, esnobe, ansiedade, preocupação, descuido, preguiça.
  2. Falta de desenvolvimento azul: sem padrões, sem princípios, sem discernimento, sem paz, sem tranquilidade..
  3. Um bom azul: padrões, tranquilo, princípios, facilitador, quer ajudar, cuidador, verifica.